domingo, 7 de agosto de 2011

Meu coração tempestivo
Oferece-se!
Capricha na cor!
Todo acreditado e vivo!
Inclusive, agora manso...
É bom avisá-la...
Ele é bastante espalhado!
Moldado pelos sons da vida
Animal criou-se belezas defensivas...
Vibrações, transpirações pontiagudas...
Mas nada de terror meu amor
Não se assuste facilmente
É um capricho
Que depois de tanta doçura embalada
Amolece!

2 comentários:

  1. Há momentos que só uma boa poesia afaga!! Parabéns pelo blog e pelas poesias!!! bjs, Elenir

    ResponderExcluir